Skip to main content

Dos fenômenos luminosos que já presenciei, a aurora boreal é sem dúvida dos mais emocionantes.

Me lembro da primeira vez que vivenciei esta cena. Aconteceu no céu de Yukon , no norte do Canadá e sem exageros foi de arrepiar a nuca e foi inesquecível, até porque minha lente congelou  a -25C e quase que não consigo fotografá-la.

Mesmo depois de já ter visto a aurora boreal dezenas de outras vezes, ainda me emociono com sua beleza .

Nesta foto em questão feita em Lofoten, um aquipélago na Noruega, a temperatura era amena para o local, em torno de -10C, o céu estava parcialmente nublado mas a atividade magnética estava forte. Era possível ver a sombra verde por trás das nuvens e bastava que o vento soprasse mais forte pra abrir um buraco de céu limpo. Enquadramento feito, só me restava observar e esperar.

Usei uma Canon 5DS com lente 16-35mm f:4 IS , 30 segundos de exposição , ISO 3200 e F:4.0 de diafragma. Não era uma aurora que se movimentava rápidamente, mas se fosse , os 30 segundos de exposição seriam demais pois anularia sua forma , borrando demais a imagem.

Inclui o gelo no primeiro plano para dar uma sensação de ambientacão maior e fiz alguns cliques de teste para tentar não estourar demais a luz da pequena vila de pescadores ao fundo.