Patagonia

Paisagens e vida selvagem

 

Patagonia

Paisagens e vida selvagem

 

Patagonia

Paisagens e vida selvagem

 

Patagonia

Paisagens e vida selvagem

 

Patagonia

Paisagens e vida selvagem

Paisagens e vida selvagem

A Patagônia é um dos destinos mais fascinantes da América do Sul. A impressionante combinação de natureza selvagem e lindíssimas trilhas cercadas por montanhas, vales e lagos compõem cenários espetaculares. Neste paraíso para a fotografia, nosso foco será a vida selvagem (em especial os pumas) e as belas paisagens.

O Parque Nacional Torres del Paine, no Chile – frequentemente presente nas listas de lugares mais belos do mundo – reúne picos nevados de 3,5 mil metros de altitude, lagoas azul-turquesa, campos floridos e glaciares a perder de vista – uma coleção imponente de cenários formando um ambiente único. Nesta época do ano estará bem vazio e este é um dos principais motivos de estarmos visitando a área neste período. Poucos turistas significa menos movimento e menos distúrbio para os animais que estarão mais a vontade. A época fria, com possibilidades de paisagens nevadas, congela o capim das áreas altas obrigando os guanacos, principal presa dos Pumas, a descer para as planícies, aumentando as chances de ataques. O clima frio faz também com que os felinos precisem mais de energia e, consequentemente, fiquem mais ativos para caçar.

A luz nesta época é muito bonita e o sol não sobe muito no horizonte proporcionando luz ideal até no meio do dia. Nossa rotina será acordar cedo, tomar o café da manhã e seguir em direção as locações mais prováveis de se avistar os Pumas. Esta decisão ficará por conta de nossos trekkers – profissionais experientes que conhecem muito bem a região e o comportamento das espécies. Normalmente os encontros com os Pumas se dão na madrugada e/ou final de tarde, por isso, passaremos o dia todo fora na busca por estes encontros retornando ao hotel somente à noite. A distância que estaremos destes felinos é variável e na maioria dos casos eles se sentem tranquilos na presença de pessoas. Lentes teleobjetivas no entanto são necessárias para uma captura mais efetiva. Nosso comportamento em campo também é importante e seguiremos à risca todas as instruções dos nossos guias para que possamos nos colocar nas situações mais favoráveis para a fotografia.

É justamente a possibilidade de flagrar um dos maiores felinos do continente neste cenário espetacular que torna esta expedição imperdível.

A condição do clima será um fator determinante na nossa programação. Sempre observaremos a previsão em curto prazo, pois a região é famosa por viradas de tempo muito bruscas. Logo, as locações serão definidas diariamente pelos líderes e o período que ficaremos fora do hotel a cada dia pode variar de acordo com este item.

 

Photos: ©Cristiano Xavier

CONTINENTE

AMÉRICA DO SUL

PAÍS

CHILE

GALERIA

ENVIE UMA MENSAGEM